VALE TUDO PELA DITADURA DA BELEZA?

  • Estou vendo muita gente postando sobre o caso da Daiane Dornelles, para quem não viu nenhum comentário sobre isso segue um breve relato do caso:

    Daiane Dornelles ou @megan_foques morreu no ultimo dia 20, de provavelmente, anorexia nervosa, ela postava no twitter e instagran fotos de sua magreza excessiva e de sua barriga negativa, pesava apenas 48 kg, e, apesar de conhecidos de Daiane dizerem que ela morreu de HEPATITE VIRAL, ela tinha sim o quadro de anorexia nervosa, e isso, pode sim ter contribuído para sua morte, pois bem, estou vendo inúmeros comentários criticando a “industria da beleza” e os sacrifícios que as mulheres fazem em busca de um padrão, em busca de serem aceitas na sociedade, e por conta desta busca incansável acabam por desenvolver distúrbios alimentares que podem levar a morte, como foi o caso de Daiane e de muitas outras que não ganham tanta repercussão. A Anorexia nervosa é um transtorno alimentar no qual a busca implacável por magreza leva a pessoa a recorrer a estratégias para perda de peso, ocasionando importante emagrecimento. As pessoas anoréxicas apresentam um medo intenso de engordar mesmo estando extremamente magras. Em 90% dos casos, acomete mulheres adolescentes e adultas jovens, na faixa de 12 a 20 anos. É uma doença com riscos clínicos, podendo levar à morte por desnutrição. Outro distúrbio alimentar é a bulimia, essa é uma doença na qual uma pessoa exagera na ingestão de alimentos ou tem episódios regulares em que come em excesso e sente perda de controle. Dessa forma, a pessoa com bulimia usa vários métodos, como vômitos ou abuso de laxantes, para impedir o ganho de peso. A bulimia afeta muito mais mulheres do que homens. O distúrbio é mais comum em mulheres adolescentes e em jovens adultas. A pessoa com bulimia geralmente está consciente de que seu padrão de alimentação é anormal e pode sentir medo ou ter sentimento de culpa associado aos episódios de comportamento da bulimia.

    Explicado o que são os dois distúrbios alimentares mais comuns e que mais causam morte vou dar o meu depoimento, sem hipocrisia, sobre o que eu penso da INDUSTRIA DA BELEZA.

    Sou gorda, tenho 1.56 e peso em torno de 76 a 79 kg, bem acima do meu peso ideal, eu sei, porém, isso não me deixa triste, deprimida, constrangida, nem disposta a qualquer coisa para alcançar o padrão de beleza imposto sei lá por quem, meu padrão de beleza é: meu colesterol estar ótimo,não ter diabetes, e nenhum outro problema causado pela obesidade, meu padrão de beleza é me sentir bem comigo mesma e ser feliz, independente dos quilos a mais, que eu sei que tenho, o segredo não é ser magra, nem gostosa, nem gorda, o segredo é ser você, sem prejudicar a sua saúde FÍSICA e MENTAL em busca de um padrão criado por marcas e estilistas que só querem vender suas roupas, estamos passando por uma fase onde os valores estão invertidos, onde uma menina que se mata em uma academia, que não come direito ou que até come mas se força a vomitar para poder manter um corpinho com curvas bem delineadas é considerada perfeita, paramos de levar em consideração o bom humor, o caráter, a inteligência, e passamos a valorizar as roupas cada dia mais curtas mostrando cada dia corpos mais secos, mais magros, definhando, só para atrair olhares e “elogios”, desculpe, mas não me enquadro nesse padrão, prefiro ser vista como uma mulher inteligente, bem humorada, do que ser vista como uma mulher simplesmente gostosa, me sentiria rebaixada se o meu único adjetivo fosse a falta de gordura corporal, cada dia mais vejo meninas cada vez mais novas fazendo de tudo para manter um corpinho enxuto, sem culote, sem gordurinhas, SEM GRAÇA, vejo essas mesmas meninas se preocupando apenas com a série na academia sem se importar em estudar, em ter uma profissão, em evoluir, corpo enxuto qualquer cirurgião plástico faz, agora bom humor, caráter, dignidade, decência, inteligência, isso meninas não vende em clinicas estéticas, vamos voltar a valorizar o que realmente vale a pena, porque, na minha concepção, se matar aos poucos para agradar aos outros e mostrar aos outros um corpinho escultural não vale a pena, o risco é muito maior que o benefício, e é por isso que muitas meninas sofrem, são deprimidas, por não se aceitarem, por terem um padrão criado e não conseguirem seguir esse padrão, o corpo é o de menos, o que adianta ter um corpo enxuto e um sorriso triste, curvas bem delineadas e um cérebro atrofiado, o que vale mais a pena ser magra deprimida e doente ou ser uma gorda feliz e inteligente????

    Texto de Daniele Aparecida

     

    SOU A DE ROSA QUE ESTA NO MEIO

7 pensamentos sobre “VALE TUDO PELA DITADURA DA BELEZA?

    • Oi Cíntia, te confesso q nem sempre pensei assim, mas, de uns tempos pra cá comecei a me preocupar com outras coisas, comecei na faculdade e simplesmente passei a nem notar mais quem me olha com desdém e passei a notar que me olha com admiração…

  1. Infelizmente esse padrão inatingível que a indústria vende abala mortalmente quem não tem uma cabeça bem resolvida e/ou outros interesses que não seja a aparência.
    Infelizmente conheço algumas adolescentes que fazem uso de todo tipo de medicamentos para atingir seus objetivos, e os pais por mais que se esforcem não conseguem demove-las dessa ideia. Em casos assim, infelizmente o fim será sempre o mesmo. É como uma droga, enquanto a pessoa não perceber que faz mal a ela, ela não consegue parar.

    • XGG Blog eu também tomei todos os tipos de remédios, até desmaiar no meio da rua eu ja desmaiei por causa de um acelerador de metabolismo, não me aceitava, mas passei a ver minha qualidades, sou super inteligente, trabalho desde os meus 13 anos e ter quilos a mais não diminui meu potencial, que bom que gostaram do meu textinho, fico muito feliz em ver os comentários, e só tenho a agradecer ao blog por ter publicado o meu desabafo.

    • Liliane somos todas lindas, saudáveis, amadas e ótimas amantes, não somos nós que perdemos os caras que preferem as “magras” são eles que perdem a oportunidade de conhecer e saber o quanto uma gordinha pode ser igual e até melhor do que essas magrinhas por ai, sem contar que conheço tanta magra burra que não me trocaria por nenhuma delas…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s