Ser magro não significa ser feliz.

ImagemELI

O programa O Melhor do Brasil da Tv Record  do apresentador Rodrigo Faro,  passou uma reportagem sobre Ana Paula, uma mulher que  pesava 230 quilos, fez a cirurgia de redução de estômago e depois de 2 anos ficou com 55 quilos, emagrecendo ao longo deste tempo 175 quilos.

Durante o programa, o repórter e o apresentador mostravam situações e dificuldade vividas pela Ana Paula, devido ao excesso de peso, mesmo “brincando”com algumas as situações, eles faziam o contraponto de como tudo aquilo era sério.

Ana Paula era gordinha desde a infância, foi mãe aos 13 anos, a partir dos 15 anos ela começou a engordar,  aos 20 anos ficou viúva e começou a compensar a tristeza na comida.

O repórter mostrou as roupas que a ex-gordinha usava, mas de um modo não muito legal, e sim ridicularizando a situação. A irmã dela junto com o repórter riam do modo em que ela usava e vestia as roupas.  Até que o apresentador Rodrigo Faro mostrou a saia que ela usava e  colocou 6 pessoas dentro da roupa, foi uma cena constrangedora  e  acredito que muitas gordinhas que assistiram se sentiram  humilhadas e tiveram  compaixão da situação vivida por  Ana Paula.

Até que em um momento da matéria o repórter falou “mesmo Ana Paula sendo gordinha ela sempre tinha namorado” e  entrevistou o último namorado dela. Ele só fez elogios a ela. Falou do seu jeito de ser, de lidar com a vida, ser batalhadora e dele ter se arrependido com as brigas que tiveram.  

 Ana Paula apareceu no palco, magra, bem pequena, com um vestido de oncinha até o joelho e manga longa…. Mostrou que ela  come super pouco devido a redução de estômago, uma alimentação deficiente de sais minerais, vitaminas e fibras. Isso ficou bem nítido no rosto dela, pois apesar de toda a maquiagem, dá para perceber que ela está muito abatida.

O ponto auge da matéria foi quando a dançarina de funk a Jayla X-Tudão  entrou no palco, fez sua apresentação, falou que irá fazer a cirurgia de redução de estômago devido a problemas de  saúde até que a Ana Paula, a ex-gordinha,  faz o seguinte depoimento como se estivesse dando um conselho a Jayla: Quando ela era gordinha, ela dançava muito, e falou que após a redução do estômago ela passou por um sofrimento enorme.  Ela está bonita por debaixo da roupa, mas quando ela tira a roupa tudo cai, ela está passando por muita humilhação, já passava quando ela era gorda e agora continua passando devido ao excesso de pele, e acredita que perdeu um relacionamento devido a isso.

Me pergunto…. até que ponto vale a pena? Claro que é uma questão de saúde, isso é indiscutível, mas é visível para quem assistiu a matéria à diferença da felicidade entre a Jayla e a Ana Paula. Ela emagreceu, mas não está feliz

Texto de 

Patrícia Nechar Plus

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Ser magro não significa ser feliz.

  1. Eu assisti essa matéria e fiquei muito triste por ela. Eu acho a redução de estômago coisa de ultimo caso, quando a pessoa não tem mais nem como se mexer, enquanto você está de pé e pode andar e se mover e quer ser magra e/ou saudável basta exercícios e reeducação alimentar! Viva a gordinha feliz que eu sou!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s