Cirurgia Bariátrica ou Redução de Estomago

Cirurgia Bariátrica ou Redução de Estomago

Uma pequena visão de quem está de fora.

Como no meu primeiro texto me apresentei, fiquei com receio de escrever sobre o mesmo assunto ou o mesmo tema. Por isso hoje quis falar de algo que choca muitas pessoas, a cirurgia bariátrica (Famosa Redução de Estomago).

Ao começar com a minha humilde opinião, não sou contra. Desde que não seja apenas por estética e sim por questões de saúde. Dito isso, vou contar uma historinha, rs. Conheço várias pessoas das quais fizeram essa cirurgia por questão de saúde e, pois bem, quando o assunto é Gordinhos homens poucas pessoas comentam algo, mais quando é a mulher que faz esse tipo de cirurgia, vejo o quanto isso ecoa por ai. Conheci uma “ex-gordinha” que fez essa cirurgia e não pude deixar de fazer milhões de perguntas. Uma delas foi: “B. você não se amava como era? Então porque fez esse tipo de cirurgia?” A resposta dela me tirou do chão, e por isso gostaria de compartilhar com vocês. “Mari, eu me amo. Por isso fiz essa cirurgia, eu estava ficando doente. Não foi por estética e sim por saúde. Ok eu sei que vão me falar, era só fechar a boca e exercícios. Mais não é tão fácil, Mari. Eu não tinha disposição e não podia perder mais tempo, enfim decidi. Optei pelo ‘tal caminho mais fácil’, mais vou te dizer que quem diz isso não sabe de nada pois fazer essa cirurgia precisa ter bala na agulha. Amiga, não pense que esta sendo fácil essa adaptação, que estou MAGRÉRIMA sem nenhum esforço, tem que ter dedicação e muita força de vontade. Eu gosto de chamar de Reeducação do Estomago, porque é exatamente assim que me sinto reeducando meus hábitos. Eu me amo, gorda ou magra.. eu apenas me amo!” Depois dessa conversa, presenciei pessoas sendo bombardeadas por ter feito a redução de estomago e me senti tão mal por ver que o preconceito existe até pelos meios que a pessoa utiliza para emagrecer ou se tratar, pois ninguém quer saber se foi por questão de saúde. Simplesmente julgam sem dar a chance de resposta. Por isso quando as pessoas me perguntam o que acho sobre isso ou me pedem conselhos, eu digo “Apenas se ame, deixe os comentários dos outros pra lá.” Existem sites e os médicos também tiram duvidas, medos e tudo sobre a Cirurgia. Toda cirurgia requer cuidados, preparação e um pouco de fé.

Beijos, cheio de carinho.

TEXTO DE —-> Mariana Lima.

2 pensamentos sobre “Cirurgia Bariátrica ou Redução de Estomago

  1. Eu fiz a redução de estômago e não tenho vergonha nenhuma em falar isso para as pessoas. Quando eu descobri essa cirurgia ( Moro no interior e demorou um pouco para chegar médico especializado nesse tipo de cirurgia) eu tinha 18 anos e pesava 160kg e não, por incrível que pareça, eu não tinha problemas de saúde – na época. O único problema que eu tinha, era baixa estima e muito preconceito dos amigos e acreditem se quiser, de familiares (Era o que mais me machucava).
    Eu tive problemas com o convenio e consegui operar só com 21 anos. Um dia antes da minha cirurgia, eu estava no trabalho e um aluno me falou que eu estava sendo covarde e optando pelo caminho mais fácil e eu, com toda educação que meus pais me deram, respondi: “Se você acha que encarar de 4 a 5 horas uma mesa de cirurgia, tomar DUAS anestesias e correr risco de vida no centro cirúrgico. Se vc acha q levar 15 pontos na barriga, sair com 3 drenos pendurados em vc, tomar só liquido por quase 1 mês , passar um ano vomitando até pra tomar água e reeducar toda sua alimentação de uma vida é cortar caminho e ser covarde. SIM EU SOU COVARDE E SIM EU OPTEI PELO CAMINHO MAIS FÁCIL”. Naquele momento ele me pediu desculpa e me desejou boa sorte na cirurgia.
    Eu cheguei ao 56kg e sinceramente, estava horrível. Entrei em depressão e em uma conversa com o médico que me operou decidimos que eu iria fazer uma “dieta para engordar”. Hoje, com 26 anos, eu peso 80kg e sou feliz assim. Não sou magra, mas estou muito bem resolvida com meu corpo e meu peso.
    E se alguém vir me perguntar o que eu acho da cirurgia bariátrica eu respondo que foi a melhor decisão q eu tomei na minha vida. Mesmo com todos os altos e baixos q passei.
    Eu nunca tive vergonha de como eu era mas , com toda a certeza, estou muito melhor agora!

    • Nossa Ju, isso que é depoimento e isso que é história.
      Existem pessoas que realmente ficam doentes depois de fazer essa cirurgia, o preconceito vem de todo o lugar e de todas as formas.
      Nem tudo é estética, eu acredito que tudo é saúde. Saúde mental, saúde espiritual e saúde corporal.
      Por mais que não estava doente, o seu espirito e mente estavam.
      Alem de combater todo preconceito da redução, teve depressão. Então eu bato palmas, por tudo que escreveu aqui. Parabéns e obrigada por compartilhar sobre isso com a gente, aprendi muito com sua história.
      E hoje a melhor noticia foi saber que vc se ama, parabéns. Vc é linda e sempre foi!

      Beijos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s