Ela. Por Paulinha Pereira

Ela.

Por Paulinha Pereira

 
(Inspirada em uma jovem que conheci quando fazia visitas com os jovens da igreja)
 
Droga de vida!
Agora estou na situação mais baixa e mais terrível.
Tudo é triste tudo é solidão.
Agora eu nem posso mais ficar sem “Ela”.
Minha mãe me trancou em casa, me tranquei no banheiro e parecia enlouquecer, me batia nas paredes de um lado para outro.
Até me machucar bastante.
E tudo isso por causa “De(la”.
Eu preciso “Dela” e não da pra largar.
 
Sei que ela não me faz bem.
Por causa “Dela” ontem quase morri, fugi de casa e Eles colocaram uma marca em mim com “Ela”.
Me queimaram como se queima um animal, como se marca um gado.
Novamente minha mão me trancou em casa, pois a cada dia que passa “Ela” ela esta me matando.
Minha mãe implorou para que eu largasse  Ela, se não vou morrer.
Mais é difícil.
Minha família esta se acabando porque não posso ficar sem ela.
 
Eu nem sei mais viver sem “Ela”. Nem me lembro mais o que é vida.
Minha vida agora é “Ela”.
Meus amigos me atacaram, fiquei muito machucada, mas, onde doeu mais foi meu coração.
Eu tentei me defender. Eles não paravam antes se diziam meus amigos porem por poucas notas me agrediram. Quase morri.
Te aconselho por experiência própria:
Fique longe “Dela”.
Pois poderá ser mortal.
Você sabe quem é “Ela”?
É a droga. Maconha, cocaína, craque, heroína, cola, álcool, entre outras que pode  te levar a morte.
Te peço fique longe “Dela”.

Um pensamento sobre “Ela. Por Paulinha Pereira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s