Estrada da vida. Por Paulinha Pereira

Estrada da vida.

                                                            Por Paulinha Pereira

 
Ah! se eu entendesse a vida.
E o rumo que vai tomar.
Pagaria para ver até onde vai chegar.
Cada parte da jornada.
Sozinha ou acompanhada.
Posso até me dispersar.
Mais sempre volto para estrada.
Vou caminhando ou de carona, as vezes pago condução.
Mas a vida é engraçada.
E até machuca o coração.
Mais é dor que passa logo.
E se não passa fortifica.
E é essa dor morteira que quase sempre edifica.
Pois as batalhas nos prepara.
Para guerra do caminho.
Ainda bem que tenho um pai.
Que não deixa nenhum filho andar sozinho.
Esse pai é lá do céu.
Falo com ele tudo dia.
Ele esta comigo na tristeza e na alegria.
Da vida eu não sei nada.
E nem quero mais saber.
Só te falo uma coisa:
Feliz ainda vou ser…   
Visite o Blog da nossa Poetiza 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s