Instagram proíbe “hashtag Curvy”

A rede social Instagram de compartilhamento de fotos e vídeos proibiu a “# curvy”(curvilínea) alegando que estava sendo usada para compartilhar conteúdo pornográfico. Mas existem muitas controvérsias sobre o assunto.

Devido a política de combate à pornografia os administradores do Instagram resolveram proibir a “#curvy” pois alegaram que muitas pessoas estavam usando-a  para postarem fotos explicitas. Proibir a #curvy não impede absolutamente nada a pornografia, pois outras hashtags bem mais voltadas as questões pornográficas estão liberadas, como hashtags vagina, clitóris ou vibrador, ou mesmo as #skinny e #thin que tem o significado oposto de curvy. Estas hashtags quando digitadas aparece um aviso de ATENÇÃO ao conteúdo explicito. Lá pode-se ver muito mais pornografia do que na #curvy.

Inúmeras especulações foram feitas para saber o real motivo da proibição, uma delas foi a manifestação contra a empresa de produtos de suplementos esportivos Protein World ocorrida em Londres que estampa a imagem da modelo Renee Sommerfiels de biquíni ao lado da seguinte frase: “ARE YOU BEACH BODY READY” traduzindo ao pé da letra seria: “Você está pronto corpo de praia”, mas adaptando ao nosso português a melhor interpretação seria: “Seu corpo de praia já está pronto”.

Muitas manifestações aconteceram aqui no Brasil, como em Londres e nos EUA, tanto que a modelo e blogueira Ashley Graham incentivou suas seguidoras a postarem fotos com a #curvy usando biquíni. As postagens somente dela e de suas seguidoras atingiram em torno de 2500 fotos, fato que chamou a atenção de curiosos para a #curvy.

Mas peço a atenção para esses pontos: como por exemplo a proibição das fotos da poeta e fotógrafa  Rupi Kaur que fez uma série de fotos de sua imã  passando pelas dificuldades do período menstrual; essas fotos foram proibidas no Instagram e Kaur ficou suspensa do Instagram por 6 meses. Outra proibição também é a presença de fotos com mamilos femininos aparecendo. Rígidas regras também acontecem para a nudez artística que é proibida.  Até o emoji da berinjela foi excluído por lembrar um objeto fálico, rs.

Conforme diz o fundador do Instagram, Kevin Systrom, as regras são justas, pois tentar deixar o ambiente do Instagram um lugar seguro para adolescentes e adultos. Pelo que entendo Systrom deseja que o Instagram se torne um local estilo ambiente familiar.

Faço então algumas observações: por um lado é bom, pois vivemos em uma época de banalização sexual e muita falta de bom senso das pessoas. Mas por outro lado as regras que envolvem o corpo feminino acabam sendo exageradas.  Essas regras as vezes soam desnecessárias e de certa maneira ingênua, ou mesmo uma moral disfarçada da parte dos administradores desta rede social, já que a palavra curvilínea é simplesmente uma referência à curvas, diferente de outras palavras bem mais provocativas.

Postado por Patrícia Nechar Plus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s