CHEGA DESSE PADRÃO DE BELEZA

Não sei quem inventou o tal padrão estético, mas certamente alguém que não gosta de mulher. Já disse, nenhum problema não gostar, mas estamos falando daquilo que homem de verdade quer. E o que nós queremos é nos debruçarmos sobre a volúpia feminina. Passear nossas mãos pela carne avantajada, sentir a pele em toda a sua protuberância. Osso é duro de roer, mais ainda de tocar. E passar fome não é comigo.

Gordinhas são mais felizes, mais autênticas, Se preocupam com seu bem estar e em dar risadas. Simpáticas, agradáveis e sempre com um rosto lindo, agraciado pela forma circular da face. Melhora se tiver aquela covinha que dá brilho ao sorriso. Amam com toda a sua força e elas tem sempre muito amor para oferecer. Mais do que cabe nelas, mais do que você possa suportar.

Sortudo do homem que tiver uma mulher fofinha na cama. São libertas, sem pudores e permitem loucuras além do corpo. Por vezes querem compensar a falta do tal padrão e viajam além do corpo, te beijam além da boca. Abraçam além da alma. Mulher com excesso de peito, bunda, pernas e fartura de sentimento. É um exagero de mulher.

Fofinhas sentem demais, choram demais, amam de mais. Tudo é e dobro, inclusive o seu calor. Não haverá solidão ao lado dela, muito menos frio. Abraço que conforta, beijo que acalenta, sexo que enlouquece. Mulher na amplitude, na força maior, na grandeza de ser mulher.

Texto de Chico Garcia

Chico Garcia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s