VENCENDO PRECONCEITO

Da mesma maneira que estamos em uma era de grande exposição pessoal, vivemos também um momento perigoso e cruel de busca por uma perfeição que nem mesmo existe. A autocobrança por um corpo dentro do padrão, embora nem saibamos exatamente que padrão é esse, é tão grande que as pessoas, especialmente as mulheres, editam algumas fotos ou simplesmente evitam cenários como praias e piscinas, para que seus corpos não sejam mostrados.

Por esse motivo, quando alguém rema na direção oposta do que é esperado, precisamos aplaudir e esperar que a diversidade se torne comum e ocupe o lugar da busca incessante de um ideal de aparência física cada vez mais padronizado.

A verdade é que seres humanos são diferentes. Temos cor de pele, tipo de cabelo, altura, peso, cicatrizes diferentes. Além do que está do lado de fora, nossas experiências individuais contribuem também para a nossa aparência, então a comparação entre a beleza de uma pessoa e a de outra, além de injusta, não faz sentido.

Foi pensando justamente nisso que Jazzy, que tem um perfil no Instagram para divulgar mensagens positivas sobre imagem corporal, postou uma foto na qual aparece de biquíni ao lado do marido. Veja:

Na legenda da imagem, ela conta que, ao longo dos anos, está ao lado de um homem que ama cada curva, cada “pneu” e cada estria de seu corpo e que, por muito tempo, ela demorou a entender como isso era possível.

“Como ele poderia amar algo que não é ‘perfeito’? Como um homem que nasceu ‘em forma’ poderia amar alguém como eu? Eu não tenho um abdômen sarado, eu ando de forma desengonçada”, disse ela, que completou: “Mas agora eu vejo que tenho um corpo ‘perfeito’! Cada ‘pneu’, cada curva e cada estria existe em mim perfeitamente para nos fazer feliz! Eu amo o meu corpo e finalmente vejo por que ele ama também!”. A postagem viralizou, e nós achamos que foi pelo melhor motivo possível. Cada pessoa é perfeita do seu jeito. E é isso que deveria guiar nossa vida e nossos julgamentos.

0000000000

Eu sou assim

Não tenho dúvida quanto ao caminho escolhido. Eu, do fundo do meu coração, tenho um orgulho absurdo de ser quem eu sou. Não vou dizer que é fácil, e que nunca deu vontade de desistir, mas vale muito mais a pena continuar. Tenho orgulho de conseguir transformar tudo o que dói em mim em aprendizado, fortalecimento, ao invés de encher a cara, me drogar ou simplesmente fazer de conta que nada está acontecendo, que nada me atinge e eu sou superior a dor. Dói mesmo, eu me apaixono mesmo, eu sou intensa mesmo, eu me ferro mesmo, às vezes eu ferro as pessoas mesmo. Tudo é bom, tudo é vazio, tudo é bom de novo. Viver é um absurdo e não dá pra passar por isso tão ileso. Eu prefiro ter histórias pra contar e como não dá pra fazer rascunho mesmo…Tenho orgulho de ter construído um mundo onde qualquer pessoa, da mais incrível à mais idiota, possa virar personagem. E de ter construído um mundo onde todos os sentimentos viram enredos com trilhas e a direção de arte certa. Nesse mundo, eu vivo bem escondida e protegida.Ou vocês acham mesmo que eu sou inconseqüente e construiria um castelo tão escancarado sem ter pensando na fortaleza perfeita para mantê-lo intacto?” 

Tati Bernardi
Há bem vindos!
kisses
volte sempre =D